sexta-feira, 12 de agosto de 2016

6 dicas para ser um bom professor de inglês

A heterogeneidade em sala de aula é uma realidade em qualquer escola do mundo e o desafio para se adaptar aos conteúdos a todos é grande.

Conduzir uma aula e manter o interesse de toda a turma não é um trabalho fácil, principalmente se for uma aula tradicional, dentro de uma sala de aula, com todas as características tradicionais e em uma língua estrangeira desconhecida por boa parte dos alunos. Cabe desta forma, aos professores deste idioma se desdobrarem para descobrir como adaptar suas aulas de inglês para todos os alunos.
Métodos para aperfeiçoar suas aulas de inglês
Cada aluno tem um ritmo e as turmas são quase sempre muito heterogêneas, porém, mesmo dentro de um espaço e metodologia tradicionais, é possível criar aulas mais dinâmicas prazerosas para a grande maioria dos alunos, mesmo para aqueles que têm dificuldade na língua inglesa.
Algumas metodologias conseguem quebrar a monotonia e deixar os alunos muito mais participativos, como o uso dos audiovisuais com as séries e filmes que fazem sucesso, ou livros que estão entre os best sellers, por exemplo.
Aulas de inglês a partir de livros e filmes
Os educadores sempre incentivam o hábito da leitura, porém no ensino da língua inglesa, muitas vezes, o professor precisa fazer um esforço extra para que os alunos leiam até mesmo pequenos trechos neste idioma. A escolha de textos que despertem o interesse é o primeiro passo. De acordo com a idade dos alunos, pode-se utilizar guias de viagens, artigos sobre esportes ou livros populares que agradem ou despertem a curiosidade da maioria.
Os recursos audiovisuais são excelentes ferramentas para o ensino da língua inglesa. Por meio de filmes e séries é possível ensinar a pronúncia correta e as expressões mais usadas ao mesmo tempo em que os alunos podem rever cenas de suas séries preferidas ou conhecer outras tantas famosas e comentadas, com suas narrativas, espaços físicos e personagens, que podem servir de inspiração para muitas outras atividades de pronúncia e produção textual, ligados à dramaturgia ou não.
Existem inúmeros canais do YouTube que fornecem estes conteúdos com legendasem português e inglês, além das pronúncias corretas, gírias, expressões e explicações gramaticais.
Como dar aula de inglês
Conheça agora algumas dicas de metodologias que podem contribuir para que a aula de inglês ocorra com maior interesse e participação, utilizando textos, livros ou até mesmo vídeos como metodologias:
·         Assuntos atuais: é sempre interessante contextualizar o conteúdo com algum interesse geral e atual, que esteja de alguma forma ligado aos interesses dos alunos. No caso do estudo da língua inglesa, a utilização de letras de música, cenas de filmes, trechos de notícias ou entrevistas, por exemplo, quando relacionadas ao universo dos alunos, são capazes de atrair a atenção e dar mais sentido à necessidade de compreender seus conteúdos;
·         Considere a idade da turma: a grande maioria dos garotos e garotas de 12 anos, por exemplo, não querem mais serem tratados como crianças. Portanto, os assuntos relacionados à pré-adolescência e suas mudanças são mais adequados. No entanto, não há necessidade de se utilizar um conteúdo denso demais e nada lúdico. O uso de textos divertidos e curiosos sobre a cultura de países da língua inglesa, ou pesquisas dentro destes temas podem ser de interesse geral e possibilita que cada aluno busque o texto mais adequado à sua compreensão da língua;
·         Ouça todos os alunos: durante as aulas faça perguntas curtas e simples, em inglês. Perguntas que possam ser respondidas com poucas palavras ou sentenças pequenas, no entanto que se relacionem ao conteúdo que já foi estudado e que os alunos já compreendem com facilidade. Pergunte a alunos diferentes e objetive a participação de todos. Esta pode ser uma ótima oportunidade de testar o nível de conhecimento dos alunos e de avaliar a participação individual;
·         Faça leituras coletivas: após uma leitura silenciosa na qual os alunos fazem o primeiro contato com o conteúdo e começam a traçar suas estratégias de antecipação e tradução do texto, faça uma leitura coletiva. Leia devagar e proponha a leitura em voz alta aos alunos. Incentive os mais tímidos a lerem também, mesmo que seja um pequeno trecho ou título. Pode, por exemplo, ser feita uma leitura de história em quadrinhos com a distribuição ou revezamento dos personagens entre os alunos;
·         Explore o texto com os alunos: após a leitura individual pode-se também explorar o texto com os alunos perguntando quais são os vocábulos que eles ainda não conhecem e qual poderia ser a tradução que se adequaria ao contexto da mensagem. Pergunte aos alunos quais são as palavras chave que aparecem no texto, induzindo-os a buscarem o assunto principal sobre o qual o texto se desenvolve e desta forma a tradução ir se completando e ganhando sentido;
·         Deixe a gramática para o final: depois que os alunos já se familiarizaram com os termos vistos, lidos e contextualizados e com a tradução correta, é hora de explicar a gramática usada na construção do texto. Nesta ordem os alunos já se familiarizaram com as novas palavras e expressões e a atenção recai apenas sobre as questões gramaticais.


Fonte: http://canaldoensino.com.br/blog/6-dicas-para-ser-um-bom-professor-de-ingles, em 12/08/2016.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...