segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Como trabalhar a leitura digital em sala de aula?

Hoje em dia, com o mundo cada vez mais “virtual”, torna-se cada vez mais difícil a tarefa de incentivar o prazer da leitura. O jeito são os professores aderirem a recursos tecnológicos para, assim, estimular o interesse dos alunos.
Veja 9 ideias para trabalhar a leitura digital na sala de aula.
O site Porvir indica o livro virtual “Práticas de Leitura Digital em Sala de Aula”, com relatos de experiências de professores brasileiros do ensino fundamental. Na obra, eles contam como conseguiram que os jovens se interessassem mais pelos livros, mesmo sendo virtuais.

Livro sobre leitura digital
Esse livro, “Práticas de Leitura Digital em Sala de Aula”, foi idealizado pela start-up Guten depois de descobrir que muitos professores querem sim inovar seus métodos de ensino, mas ainda não sabem como fazê-lo. Muitas vezes, ele se sente solitário nessa busca, mas com o compartilhamento de informações e resultados positivos, os educadores se sentem mais à vontade para tentar.
Por meio da plataforma Edmodo, a start-up conectou professores do Brasil inteiro que relataram e dividiram suas experiências com o mundo digital. Um ponto importante a ser levantado é que eles não só aplicaram suas ideias, mas se prepararam mesmo. Os educadores traçaram o perfil de leitura de seus alunos para saber qual o conhecimento que já tinham sobre o assunto, e compararam com a aula que eles davam. Desse modo, chegavam a um método ou a uma atividade mais condizente ao que seus estudantes necessitavam.
Como trabalhar a leitura digital em sala de aula?
Confira as experiências disponíveis no livro virtual “Práticas de Leitura Digital em Sala de Aula” e coloque-as em prática:
Animação em vídeo
A professora Cristina Van Opstal, do 5º ano da rede municipal de Santos, decidiu juntar o interesse dos alunos por vídeos ao problema de convivência entre eles. Pensando nisso, ela incentivou a produção de animações com o tema da gentileza.
Aplicativos online
Já a professora Marcia Prioli, do 6º ano de uma escola particular do ABC Paulista, ao descobrir que seus alunos nunca tinham lido um livro digital, estimulou a leitura a análise de textos de aventura com a ajuda de vários recursos e aplicativos online.

Ferramentas de pesquisa
Quando a professora Andréa Ijano descobriu que seus alunos do 5º ano faziam muitas buscas na internet, mas nem sempre usavam fontes confiáveis, ela decidiu criar um plano de aula para que eles pudessem aprender como selecionar informações e trabalhar com ferramentas de pesquisa.
Produção colaborativa no Google Drive
Já usou o Google Drive? A professora Vanessa Bolina, do 9º ano de uma escola particular de Sorocaba, utilizou essa prática ferramenta do Google para estimular a escrita coletiva e colaborativa de textos.
Criação de propagandas
Emília Mendes, professora do 6º ano em São Paulo, desenvolveu uma aula em que a turma fez análise de discursos publicitários e criou slogan para produtos com o aplicativo Pic Collage.
Resumos com mapas mentais
A professora Ester Schmidt, de uma escola particular em Belo Horizonte, usou um método mais complexo, mas não menos efetivo. Ela ensinou aos alunos dos 6º e 7º anos como fazer resumos com usando uma linguagem mais inovadora, isso tudo por meio da construção de mapas mentais.
Conteúdos jornalísticos
O professor de artes visuais em uma escola de São Paulo, Diego Cuesta levou a prática para a sala de aula ao transformá-la em uma redação de jornal. Os alunos produziram vários tipos de conteúdos jornalísticos e puderam saber de onde vem a notícia e como ela chega ao produto final, ou seja, a publicação.
Mais informação
Ainda usando textos jornalísticos como inspiração, os alunos do 5º ano da professora Claudia Munn, em uma escola particular de São Paulo, trabalharam a leitura desses textos com o aplicativo Guten News associado ao livro didático.
Ferramenta coletiva Wiki
Já em Valinhos, no interior de São Paulo, a professora Josane Batalha, do 5º ano, usou a ferramenta coletiva Wiki para discutir conceitos de energia e sustentabilidade com seus alunos. Com atividades de leitura e reflexão, eles fizeram questionamentos sobre os cuidados com o meio ambiente.
Contos e memes
A professora de redação Ana Flávia Forti, do 6º ano, trabalhou contos e um outro recurso muito utilizado por jovens atualmente, os memes. Desse modo, ela desenvolveu produção de textos eles: à partir da leitura de contos, eles deveriam escolher frases para uma determinada imagem, ou meme.

Desenvolver a leitura digital em sala de aula não precisa ser tão difícil. Com essas ideias em mente, você pode criar o seu método e revolucionar sua turma. Experimente.

Fonte: http://canaldoensino.com.br/blog/9-ideias-para-trabalhar-leitura-digital-na-sala-de-aula em 08 de agosto de 2016.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...